#

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Tempora in, sunt illum dolore, dolor vel perferendis nisi, sequi laudantium, porro blanditiis voluptatem iure minus. Excepturi quod repellat debitis, quasi mollitia.

ABRAFATI -




Notícias e Artigos

Ver apenas:

Notícias

Publicado em

Fórum ABRAFATI mostra cenário difícil e prevê retomada do crescimento só a partir de 2017

Evento apontou queda nas vendas este ano e estagnação em 2016, destacando os desafios e as oportunidades existentes.

No último dia 26 de agosto, 120 executivos e lideranças da cadeia de tintas participaram do 10o Fórum ABRAFATI, debatendo a situação atual e as perspectivas do setor. A conclusão que emergiu foi a de que, depois de um 2015 com significativa retração, virá mais um ano com baixo ou nenhum crescimento.

O ex-ministro Mailson da Nóbrega destacou que a economia não melhorará muito nos próximos três anos. Para 2016, previu crescimento de 0,1% do PIB. “A situação não é nada brilhante, mas está longe de ser catastrófica. Nosso desafio principal são as reformas para ganhar produtividade”, afirmou.

No que se refere ao mercado de tintas, Antonio Lacerda, presidente do Conselho Diretivo da ABRAFATI e vice-presidente sênior da BASF, previu queda de 4% nas vendas neste ano e desempenho um pouco melhor em 2016, quando se espera crescer, mas menos de 1%.

Na construção civil, tema de apresentações de Eduardo Zaidan, vice-presidente do Sinduscon-SP, e Claudio Conz, presidente-executivo da Anamaco, a situação também é complicada. Porém, enquanto a queda na produção de imóveis em 2016 é dada como certa, o varejo espera seguir crescendo com as compras de materiais para manutenções e reformas.

Para fazer frente a essa conjuntura complexa, Lacerda destacou a necessidade de investir em produtos cada vez melhores e mais sustentáveis. Esses temas também estiveram presentes no painel sobre os desafios da indústria de tintas, com participação de João Roberto Benites (vice-presidente da Valspar), Jaime Dal Farra (diretor-geral da Resicolor) e Douver Martinho (diretor-presidente da Universo), no qual foram destacadas ainda outras oportunidades para o setor avançar: rapidez na obtenção e processamento de informações, aumento da produtividade e oferta de serviços com qualidade superior.

“Foi mostrado um cenário muito desafiador, ao mesmo tempo em que se chamava a atenção para o potencial existente. As palestras, o painel e as manifestações do participantes fornecem informações muito ricas para o planejamento”, afirma Dilson Ferreira, presidente-executivo da ABRAFATI.



Comunicamos que, hoje, dia /, não haverá expediente na ABRAFATI