#

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Tempora in, sunt illum dolore, dolor vel perferendis nisi, sequi laudantium, porro blanditiis voluptatem iure minus. Excepturi quod repellat debitis, quasi mollitia.

ABRAFATI -




Notícias e Artigos

Ver apenas:

Notícias

Publicado em

Entra em vigor a Resolução que reduz alíquota de importação do dióxido de titânio

Governo brasileiro sensibilizou-se com os argumentos apresentados pela ABRAFATI e empenhou-se para sua aprovação no âmbito do Mercosul.

Foi publicada hoje (12/08) no Diário Oficial da União a Resolução no 63 da Camex (Câmara de Comércio Exterior), que confirma a decisão de reduzir a alíquota de importação do dióxido de titânio (TiO2) de 12% para 2%. A medida havia sido aprovada no final de julho pela Comissão de Comércio do Mercosul, mas precisava ser oficializada pelo governo brasileiro para entrar em vigor, o que ocorreu agora.

Essa desoneração abrange uma cota de 120 mil toneladas e tem validade por um ano, contado a partir da publicação da Resolução.

O processo que resultou nessa decisão foi iniciado por um pleito da ABRAFATI, que levou fortes argumentos aos diversos órgãos governamentais envolvidos, como os Ministérios da Fazenda e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. “Conquistamos o apoio à nossa reivindicação e encontramos, do lado do governo federal, uma postura muito assertiva, que fez esse processo avançar. Merece destaque o papel fundamental do Ministério das Relações Exteriores para que fosse obtida a aprovação no âmbito do Mercosul”, afirma Dilson Ferreira, presidente-executivo da ABRAFATI.

“As autoridades entenderam a importância da redução do imposto sobre essa matéria-prima essencial para a indústria de tintas, que beneficia prioritariamente a habitação de interesse social (Programa Minha Casa, Minha Vida) e as obras de infraestrutura”, acrescenta Dilson Ferreira.

Para visualizar a Resolução no 63 da Camex, acesse http://www.camex.gov.br/legislacao/interna/id/1254



Comunicamos que, hoje, dia /, não haverá expediente na ABRAFATI