#

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Tempora in, sunt illum dolore, dolor vel perferendis nisi, sequi laudantium, porro blanditiis voluptatem iure minus. Excepturi quod repellat debitis, quasi mollitia.

ABRAFATI -




Notícias e Artigos

Ver apenas:

Artigos

Publicado em

QUALIDADE DAS TINTAS: ESSENCIAL PARA O CRESCIMENTO DO MERCADO

Dilson Ferreira*

Com o amadurecimento da sociedade e do consumidor brasileiro, era natural que aumentasse o nível de exigência por produtos com maior qualidade e confiabilidade. Isso aconteceu ao longo dos últimos anos com as tintas, em um processo que ganhou forte impulso a partir da implantação do Programa Setorial da Qualidade.

Uma ferramenta essencial para facilitar a escolha das tintas foram as normas técnicas, que estabeleceram requisitos a serem cumpridos pelos produtos. No caso das tintas látex, por exemplo, foram definidos três níveis de qualidade (Econômica, Standard e Premium), em função de seu desempenho em termos de durabilidade, lavabilidade e poder de cobertura.

As massas niveladoras, os esmaltes sintéticos e os vernizes de uso interior também contam com normas de especificação, que definem os requisitos mínimos para esses produtos.

Com a existência de critérios claros e confiáveis para avaliação das tintas (as normas técnicas) e a realização, pelo Programa da Qualidade, de análises de centenas de marcas em laboratório especializado, para verificar sua conformidade com essas normas, o mercado vem mudando para melhor.

Muitos fabricantes adequaram seus produtos aos requisitos técnicos e é cada vez maior o número de marcas não conformes que foram ajustadas ou deixaram de ser comercializadas. As estatísticas mostram que, atualmente, 90% das tintas vendidas no Brasil têm qualidade reconhecida – e esse percentual só tende a crescer, pois há mais cobrança da sociedade.

A existência de um mercado mais ordenado e uma sociedade mais exigente traz mais benefícios: os fabricantes passam a ter um forte incentivo para investir no aprimoramento de seus produtos e no desenvolvimento de novas soluções. Isso já vem acontecendo, fazendo com que diversas tintas com características inovadoras e diferenciadas estejam hoje disponíveis nas revendas.

Ao mesmo tempo, essa situação leva os fabricantes de tintas a dedicar mais esforços e mais verbas para a promoção e divulgação dos seus produtos – o que repercute diretamente nas vendas, ao criar no consumidor o desejo de embelezar, decorar, renovar e proteger seu imóvel.

É aí que entra o papel fundamental desempenhado pelos revendedores, pois quem quer comprar tintas vai procurá-las em uma loja especializada. Cabe a eles oferecer os melhores produtos – que proporcionarão os resultados esperados – e, ao mesmo tempo, saber orientar o consumidor, o pintor e os profissionais que recomendam as tintas aos seus clientes (como arquitetos decoradores).

Não adianta ganhar a venda e perder o cliente. O objetivo deve ser sempre ver o cliente retornar e indicar a sua loja, o que só acontece quando ele sai satisfeito com a qualidade do produto que comprou e do atendimento que teve.

*Publicado originalmente na revista Pintou na Artesp



Comunicamos que, hoje, dia /, não haverá expediente na ABRAFATI