#

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Tempora in, sunt illum dolore, dolor vel perferendis nisi, sequi laudantium, porro blanditiis voluptatem iure minus. Excepturi quod repellat debitis, quasi mollitia.

ABRAFATI -




Notícias e Artigos

Ver apenas:

Artigos

Publicado em

FINAL DO ANO É MOMENTO DE VENDER MAIS TINTA

Dilson Ferreira* 

A tradição de manter a casa bonita para as festas de fim de ano abre sempre boas oportunidades para a venda de tintas. Esse é um dado com o qual fabricantes e revendedores têm de trabalhar, buscando formas de estimular ainda mais esse hábito.

No recente Fórum ABRAFATI, realizado no final de agosto, o desempenho do setor de tintas em 2014 foi avaliado como fraco, em função principalmente do mau momento da economia brasileira e da queda no nível de confiança dos consumidores. Porém, nesse mesmo evento, foi prevista uma melhoria nesses resultados no segundo semestre. Essa previsão está baseada nessa tradição mencionada acima e também em pesquisas que confirmam que setembro, outubro e novembro são os meses mais fortes para a venda de tintas.

Diante disso, a pergunta é: o que podemos fazer para aproveitar essa tendência e impulsionar as vendas de tintas?

A primeira ação concreta que deve ser tomada, tanto pelos fabricantes quanto pelos revendedores, é promover as tintas: destacar produtos inovadores, mostrar a enorme gama de cores, explorar seu papel na decoração e renovação de ambientes, reafirmar sua importância para a proteção e conservação dos imóveis, veículos, móveis e outros bens.

Mesmo com a força do hábito de pintar a casa no fim do ano, é fundamental essa atividade de promoção, pois o dinheiro do consumidor tem limites e ele é bombardeado a todo momento por estímulos para gastá-lo nos mais diversos produtos e serviços. Se a tinta não estiver presente na sua lista de prioridades, a pintura será deixada para outro momento e, aí, adeus venda.

Nessa atividade de promoção, as possibilidades são muitas: desde os anúncios na mídia aos materiais para ponto de venda, passando pelos e-mails para clientes cadastrados e pelas variadas ações que, usando a criatividade, é possível desenvolver.

Juntamente com a promoção, é necessário criar as melhores condições para que os clientes comprem a tinta. Do lado dos fabricantes, isso significa investir em pesquisa e tecnologia, para desenvolver produtos cada vez melhores e com características diferenciadas, que atendam ao que se espera hoje das tintas: qualidade, sustentabilidade e ótima relação custo/benefício.

Já os revendedores têm um papel importantíssimo na conquista do cliente, que começa pelo atendimento de qualidade e pela oferta de uma ampla gama de produtos para a sua escolha, destacando sempre as tintas que atendem aos requisitos das normas técnicas, avaliadas pelo Programa Setorial da Qualidade – Tintas Imobiliárias.

Para ter sucesso, é preciso também saber orientar o potencial comprador sobre as tintas indicadas para cada aplicação, os produtos complementares, as ferramentas de pintura, as melhores técnicas, as tendências de cores, o cálculo da quantidade correta, as formas de limpar e descartar materiais e embalagens. Para completar, um passo essencial é facilitar a vida de quem comprou a tinta, indicando um pintor qualificado – o que é possível com o Cadastro Nacional de Pintores de Imóveis, disponível em www.pintorprofissional.org.br.

2014 tem sido um ano complicado, mas podemos ter resultados melhores. Agora é o momento é de arregaçar as mangas e trabalhar duro, para fazer valer essa tradição de vender mais tintas no final do ano.

*Publicado originalmente na revista Pintou na Artesp