Feed de Notícias

Publicado em 28.07.2014/13:35

Comissão do Mercosul reduz alíquota de importação do dióxido de titânio

Decisão é resultado de pleito da ABRAFATI.

No último dia 25 de julho, a Comissão de Comércio do Mercosul aprovou a redução da alíquota de importação do dióxido de titânio (TiO2) de 12% para 2%. O pedido foi apresentado pelo governo brasileiro, a partir de um pleito da ABRAFATI.

A desoneração valerá por 12 meses, envolvendo uma cota de 120 mil toneladas do produto. A medida entrará em vigor nos próximos dias, após a publicação de resolução da Camex (Câmara de Comércio Exterior) no Diário Oficial da União.

“É uma decisão muito positiva para o setor, que tem reflexos na sua competitividade e contribui muito com os programas de desenvolvimento econômico e social do governo, como o Minha Casa, Minha Vida, por exemplo”, afirma Dilson Ferreira, presidente-executivo da ABRAFATI.