Pular para o conteúdo

Exposição será uma grande vitrine da inovação no setor

Todos os principais fornecedores da indústria de tintas estarão presentes, mostrando as soluções mais avançadas para cada necessidade.

Com mais de 220 expositores, do Brasil e de todas as partes do globo, a 16ª Exposição Internacional de Fornecedores para Tintas será o espaço ideal para conhecer milhares de lançamentos e desenvolvimentos em termos de matérias-primas, tecnologia, equipamentos, serviços e outras soluções para a indústria de tintas.

O amplo leque de opções à disposição dos fabricantes do país e de toda a América Latina que visitarão o evento permitirá encontrar respostas para as suas demandas relacionadas à produção de tintas cada vez mais sustentáveis, com mais conteúdo inovador e que superem as expectativas dos setores e das pessoas que as utilizarão.

Ao percorrer os estandes, o visitante terá uma visão panorâmica do estágio atual do setor e dos caminhos para a sua evolução, podendo encontrar recursos e novas ideias para o desenvolvimento de novos projetos ou o aprimoramento de sua produção e seus processos. Juntamente com isso, terá inúmeras possibilidades de obter resultados concretos para a sua empresa: fazer negócios, ampliar a carteira de clientes, estabelecer parcerias, fortalecer laços e muito mais.

O ambiente, no qual estará circulando um grupo imenso de profissionais qualificados, será altamente favorável à interação e ao networking, que se desdobram em novas oportunidades. O cenário, portanto, é ideal para quem está buscando aproveitar o potencial do setor e as perspectivas de crescimento que se abrem para o futuro próximo e o longo prazo.

 

Para se credenciar e saber mais sobre o evento, acesse www.abrafati2019.com.br.

6ª edição do Seminário de Cura por Radiação terá programação mais ampla

Encontro promovido em conjunto com a RadTech South America mostrará os principais avanços relacionados à tecnologia. 

A cura por radiação é uma das principais vertentes da inovação na indústria de tintas. Por isso, terá lugar de destaque na ABRAFATI 2019. Várias contribuições dessa tecnologia para a qualidade, produtividade, sustentabilidade e outros aspectos serão mostradas na sexta edição do Seminário ABRAFATI-RadTech South America de Cura por Radiação, que ampliará e enriquecerá a programação de qualidade oferecida aos participantes do evento.

Serão 14 palestras ao longo de 3 dias, além de um painel com especialistas das RadTechs de várias regiões do mundo, que destacarão os mais atuais desenvolvimentos e as tendências relacionadas à utilização dessa tecnologia.  Os temas envolvem avanços em relação às aplicações mais tradicionais da cura por radiação e soluções inovadoras lançadas recentemente, que resultam em benefícios como economia de energia, retardamento de chamas, aumento da velocidade da cura e melhoria no desempenho das tintas, assim como a ampliação das possibilidades de uso em substratos desafiadores.

As inscrições já estão abertas, tanto para quem quer assistir a toda a programação do Congresso, quanto para quem deseja apenas participar do Seminário. Até 03 de setembro há descontos sobre a tarifa cheia. Empresas associadas à ABRAFATI e expositores têm um benefício extra: um desconto adicional de 25%.

 

Para conhecer a programação do Seminário e para se inscrever, acesse www.abrafati2019.com.br.

Portaria aumenta cota de importação de dióxido de titânio com alíquota de 6%

Governo brasileiro sensibilizou-se com os argumentos apresentados pela ABRAFATI. 

Foi publicada no último dia 05 de agosto a Portaria no 523 da Secint (Secretaria de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais), que amplia em 30 mil toneladas a cota para importação do dióxido de titânio (TiO2) com alíquota reduzida de 12% para 6%.

Em setembro de 2018, havia sido aprovada uma cota de 100 mil toneladas para essa desoneração, por meio da Resolução Camex no 63, válida por um ano. A medida anunciada esta semana complementa essa cota e prorroga a sua validade até 31 de dezembro.

A decisão é resultado de uma ação coordenada pela ABRAFATI, que trabalhou para levar argumentos sólidos e convincentes à Secint, mostrando a importância dessa redução de alíquota para a indústria de tintas.

 

A íntegra da Portaria no 523 pode ser acessada em http://www.camex.gov.br/resolucoes-camex-e-outros-normativos/124-portarias-secint/2293-portaria-secint-n-523-de-2-de-agosto-de-2019

Credenciamento para visitar a Exposição está aberto

Processo deve ser feito online, no site do evento.

Profissionais interessados em visitar a Exposição Internacional de Fornecedores para Tintas já podem fazer o seu credenciamento gratuito no site da ABRAFATI 2019. Basta preencher um formulário online com seus dados para ter acesso ao principal evento do setor, que se realiza em São Paulo, de 01 a 03 de outubro.

Ali, os principais fornecedores nacionais e globais mostrarão, em 220 estandes, milhares de produtos, serviços, tecnologias e desenvolvimentos recentes. Dessa forma, a Exposição funcionará como uma grande vitrine de lançamentos, inovações e soluções, proporcionando aos fabricantes de tintas a oportunidade de encontrar recursos e inspiração para o aprimoramento de sua produção e seus processos.

Ao longo dos três dias do evento, espera-se a presença de mais de 10 mil visitantes altamente qualificados, envolvendo especialmente proprietários, executivos e técnicos de fabricantes de tintas de toda a América Latina, aos quais se somam profissionais que atuam em outras pontas da cadeia de produção e distribuição. Essa reunião, em um só local, de um grupo tão representativo criará condições ideais para a discussão e o fechamento de parcerias e negócios, assim como para o networking, o intercâmbio de informações e a visualização de tendências.

Trata-se, portanto, de um programa indispensável para todos os que atuam no setor. Prepare-se desde já!

Acesse www.abrafati2019.com.br para fazer o seu credenciamento.

Inaugurado o primeiro ponto de entrega voluntária de latas de tinta vazias do Prolata na Baixada Santista

Implantação começou em Santos e terá sequência nas próximas semanas com unidades em Guarujá, São Vicente e Itanhaém.

No último sábado (29/06), a loja Baratão das Tintas da Ponta da Praia, em Santos, foi palco de um momento histórico para o setor. Ali foi inaugurado o primeiro ponto de entrega voluntária (PEV) de latas de tinta pós-consumo do Prolata na Baixada Santista.

A implantação do PEV faz parte do plano de ação definido no Termo de Cooperação Ambiental celebrado, em novembro do ano passado, entre o Grupo de Atuação Especial do Meio Ambiente (GAEMA) do Ministério Público de São Paulo, a Prolata Reciclagem, a Abeaço, a ABRAFATI e a Artesp. Esse plano abrange ainda ações em cooperativas de catadores e entrepostos de sucata.

A partir da próxima semana, três outros pontos do Prolata entrarão em operação nos municípios do Guarujá, São Vicente e Itanhaém, antecipando-se ao cronograma definido. Está prevista a instalação de unidades também nos demais municípios da Baixada Santista (Cubatão, Praia Grande, Peruíbe, Bertioga e Mongaguá) até novembro de 2021.

O trabalho desenvolvido na região e o Termo de Cooperação firmado têm como base o conceito de responsabilidade compartilhada estabelecido na Política Nacional de Resíduos Sólidos. Envolvem, portanto, a participação de fabricantes, importadores, distribuidores, revendedores, consumidores e responsáveis pelos serviços públicos de limpeza urbana na viabilização das melhores soluções relacionadas à correta destinação das embalagens de tintas pós-consumo.

As atividades na Baixada Santista incluíram um evento dirigido aos revendedores de tintas, realizado no dia 28/06, para estimulá-los a aderir à logística reversa, explicando a eles as suas obrigações e destacando o importante papel que desempenham na informação aos clientes sobre os pontos de recebimento e a reciclagem das embalagens.

Curso de Tintas beneficia mais um grupo de profissionais do setor

Iniciativa desenvolvida há três décadas, e constantemente atualizada, já aprimorou a capacitação de mais de 600 pessoas.

 

A 32ª edição do Curso de Tecnologia em Tintas da ABRAFATI encerrou-se em junho, com a participação de 20 técnicos e gestores ligados à cadeia de tintas. Ontem (27/06), eles receberam seus certificados de conclusão, em uma cerimônia realizada em São Paulo.

Ao longo de oito semanas, essa turma passou por 20 aulas teóricas e 5 práticas, conduzidas por especialistas com amplo conhecimento técnico e prático da indústria de tintas. Um deles foi o patrono dessa edição do curso, Celso Gnecco, profissional com longa experiência no setor, que desde o início faz parte do grupo que ministra as aulas. Em rápido pronunciamento aos formandos, ele incentivou-os a prosseguir estudando e buscando o aperfeiçoamento.

Com uma programação abrangente, atualizada e adaptada à realidade brasileira, o curso ofereceu aos participantes benefícios como um aprendizado consistente em curto prazo e as possibilidades de discutir soluções para as situações que vivenciam no seu trabalho, além de proporcionar oportunidades de relacionamento que serão positivas ao longo da vida.

Os efeitos do curso vão mais além da capacitação individual dos alunos, alcançando outros profissionais em suas empresas, seus clientes e fornecedores, com os quais podem utilizar e debater os conhecimentos adquiridos. Como resultado, toda a cadeia produtiva tem um impulso em seu processo de avanço permanente.

Mais resultados positivos no combate às tintas não conformes

Em junho foi assinado o 10º TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) entre fabricantes que não cumpriam as especificações das normas técnicas e Ministérios Públicos estaduais.

 

As ações que defendem o consumidor contra as tintas imobiliárias fora da conformidade técnica estão tendo prosseguimento, com ótimos resultados.

As avaliações de produtos feitas no âmbito do Programa Setorial da Qualidade de Tintas Imobiliárias (PSQ) desfrutam de grande credibilidade e vêm sendo utilizadas em representações contra fabricantes que são reiteradamente classificados como não conformes.

Ao longo dos anos, já foram abertas 25 dessas representações, que levaram a dois tipos de resultados. O primeiro é a decisão da empresa de voluntariamente adequar seus produtos às especificações das normas técnicas. Isso aconteceu, nos últimos dois anos, com quatro empresas, que, depois do início da ação da ABRAFATI, melhoraram seus produtos e os viram sair da lista de não conformes.

Junta-se a isso a ação de Ministérios Públicos estaduais, que exigem dos fabricantes não conformes uma mudança de postura, por meio da assinatura de um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta), que impõe prazos e sanções. No total, já foram assinados 10 desses termos com fabricantes de tintas em vários pontos do País, o último dos quais em junho, no Paraná.

Tanto o ajuste voluntário como aquele induzido por um TAC trazem consequências positivas, ampliando a oferta de tintas com qualidade oferecidas ao consumidor e contribuindo para a isonomia competitiva entre os fabricantes.

No Dia Mundial do Meio Ambiente, ABRAFATI destaca a contribuição das tintas para a sustentabilidade

Vídeo visa mostrar como o produto contribui para a durabilidade dos bens e estruturas em que é aplicado.

A indústria de tintas vem trabalhando de forma permanente para oferecer produtos com características mais avançadas do ponto de vista ambiental e assumiu um forte compromisso com o desenvolvimento setorial sustentável.

No Dia Mundial do Meio Ambiente, um tema que merece ser ressaltado é o papel muito relevante desempenhado pelas tintas, do ponto de vista da sustentabilidade. A ABRAFATI acabou de produzir um vídeo sobre esse tema, mostrando como as tintas são importantes aliadas do meio ambiente. Isso porque o produto proporciona proteção às mais diferentes superfícies onde é aplicado, contribuindo para aumentar a sua vida útil e preservá-las.

Sem tinta, um navio, uma torre de transmissão de energia, um carro, a fachada de um imóvel, uma porta de madeira, uma geladeira e tantos outros objetos e estruturas se deteriorariam muito rapidamente, sob a ação do tempo e de agentes externos. A pintura, portanto, evita a necessidade de reposição e reparos que exigiriam a extração de novos recursos naturais e economiza energia, água e outros insumos.

As tintas também trazem diversos outros benefícios ambientais. Por exemplo, ao proteger plataformas de petróleo, tanques, dutos e outras instalações, contribuem decisivamente para prevenir danos decorrentes de vazamentos e infiltrações. Da mesma forma, podem proporcionar economia de energia, com melhorias na luminosidade do ambiente e na redução do seu aquecimento.

Assista ao vídeo em https://youtu.be/MSNJhDq-jrE

 

Últimos dias para submeter trabalhos para o Congresso

Mais de uma centena de estudos com temas relevantes e inovadores já foram recebidos, o que permite afirmar que a programação terá qualidade muito elevada.

O prazo para submeter resumos de trabalhos à apreciação do Comitê Científico do 16º Congresso Internacional de Tintas foi prorrogado até 30 de maio. A medida atende às sugestões e solicitações de diversos potenciais participantes, especialmente os do exterior, que representam mais de 50% dos palestrantes.

Dezenas de profissionais da cadeia de tintas e pesquisadores acadêmicos já enviaram seus trabalhos, que se caracterizam pelo conteúdo de alto valor e pela atualidade dos temas, que envolvem os mais diferentes aspectos: matérias-primas de última geração, aplicação de tecnologias inovadoras, incremento de performance e melhorias em propriedades, adição de funcionalidades, tendências de cores e muito mais.

A expectativa é de que a prorrogação do prazo facilite a participação de mais especialistas e eleve ainda mais a qualidade da programação, contribuindo para a disseminação de conhecimentos e o acesso a conteúdos inovadores, que são fundamentais para a evolução tecnológica da indústria.

O novo prazo vale tanto para apresentações orais quanto para aquelas sob a forma de pôster. Os resumos para avaliação devem ter de 20 a 30 linhas e informar o título do trabalho, o autor principal, coautores e a instituição ou empresa a que estão ligados.

Para saber mais, acesse www.abrafati2019.com.br.

 

Workshop prepara o setor para nova portaria sobre produtos controlados

Representantes da Polícia Federal explicaram o que muda e mostraram como usar o sistema Siproquim2.

No último dia 17 de maio, realizou-se o Workshop sobre Produtos Controlados, voltado para esclarecer os principais aspectos da Portaria no 240/19 da Polícia Federal e do sistema Siproquim 2. O evento foi promovido pela ABRAFATI juntamente com Abiclor (Associação Brasileira da Indústria de Álcalis, Cloro e Derivados), Abifra (Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Essenciais, Produtos Químicos Aromáticos, Fragrâncias, Aromas e Afins) e Sindusfarma (Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos), contando com o apoio do Sinproquim (Sindicato das Indústrias de Produtos Químicos para Fins Industriais e da Petroquímica no Estado de São Paulo), que cedeu seu auditório.

Diante da necessidade de entender e preparar-se para as novas diretrizes dessa legislação – que entra em vigor no próximo dia 12 de junho –, o interesse em participar foi muito forte. No total, 134 profissionais estiveram presentes, entre os quais 40 do setor de tintas.

Três representantes da Polícia Federal conduziram o workshop: Tarcísio Medeiros Nogueira Fernandes, chefe da Divisão de Controle de Produtos Químicos (DCPQ/CGCSP/DIREX/PF); Tarcísio José da Silva Júnior, gestor de Negócios do Siproquim 2; e Juliana do Patrocínio, responsável pelo Setor de Mapas da DCPQ.  De forma bastante didática, eles apresentaram as mudanças implementadas (que buscam modernizar os procedimentos), demonstraram detalhadamente o uso da ferramenta para cadastro dos produtos e explicaram como fazer a transição do sistema atual para o Siproquim2.