Pular para o conteúdo

Inaugurado o primeiro ponto de entrega voluntária de latas de tinta vazias do Prolata na Baixada Santista

Implantação começou em Santos e terá sequência nas próximas semanas com unidades em Guarujá, São Vicente e Itanhaém.

No último sábado (29/06), a loja Baratão das Tintas da Ponta da Praia, em Santos, foi palco de um momento histórico para o setor. Ali foi inaugurado o primeiro ponto de entrega voluntária (PEV) de latas de tinta pós-consumo do Prolata na Baixada Santista.

A implantação do PEV faz parte do plano de ação definido no Termo de Cooperação Ambiental celebrado, em novembro do ano passado, entre o Grupo de Atuação Especial do Meio Ambiente (GAEMA) do Ministério Público de São Paulo, a Prolata Reciclagem, a Abeaço, a ABRAFATI e a Artesp. Esse plano abrange ainda ações em cooperativas de catadores e entrepostos de sucata.

A partir da próxima semana, três outros pontos do Prolata entrarão em operação nos municípios do Guarujá, São Vicente e Itanhaém, antecipando-se ao cronograma definido. Está prevista a instalação de unidades também nos demais municípios da Baixada Santista (Cubatão, Praia Grande, Peruíbe, Bertioga e Mongaguá) até novembro de 2021.

O trabalho desenvolvido na região e o Termo de Cooperação firmado têm como base o conceito de responsabilidade compartilhada estabelecido na Política Nacional de Resíduos Sólidos. Envolvem, portanto, a participação de fabricantes, importadores, distribuidores, revendedores, consumidores e responsáveis pelos serviços públicos de limpeza urbana na viabilização das melhores soluções relacionadas à correta destinação das embalagens de tintas pós-consumo.

As atividades na Baixada Santista incluíram um evento dirigido aos revendedores de tintas, realizado no dia 28/06, para estimulá-los a aderir à logística reversa, explicando a eles as suas obrigações e destacando o importante papel que desempenham na informação aos clientes sobre os pontos de recebimento e a reciclagem das embalagens.

Curso de Tintas beneficia mais um grupo de profissionais do setor

Iniciativa desenvolvida há três décadas, e constantemente atualizada, já aprimorou a capacitação de mais de 600 pessoas.

 

A 32ª edição do Curso de Tecnologia em Tintas da ABRAFATI encerrou-se em junho, com a participação de 20 técnicos e gestores ligados à cadeia de tintas. Ontem (27/06), eles receberam seus certificados de conclusão, em uma cerimônia realizada em São Paulo.

Ao longo de oito semanas, essa turma passou por 20 aulas teóricas e 5 práticas, conduzidas por especialistas com amplo conhecimento técnico e prático da indústria de tintas. Um deles foi o patrono dessa edição do curso, Celso Gnecco, profissional com longa experiência no setor, que desde o início faz parte do grupo que ministra as aulas. Em rápido pronunciamento aos formandos, ele incentivou-os a prosseguir estudando e buscando o aperfeiçoamento.

Com uma programação abrangente, atualizada e adaptada à realidade brasileira, o curso ofereceu aos participantes benefícios como um aprendizado consistente em curto prazo e as possibilidades de discutir soluções para as situações que vivenciam no seu trabalho, além de proporcionar oportunidades de relacionamento que serão positivas ao longo da vida.

Os efeitos do curso vão mais além da capacitação individual dos alunos, alcançando outros profissionais em suas empresas, seus clientes e fornecedores, com os quais podem utilizar e debater os conhecimentos adquiridos. Como resultado, toda a cadeia produtiva tem um impulso em seu processo de avanço permanente.