Pular para o conteúdo

ABRAFATI 2019: IMPULSIONANDO O CRESCIMENTO DO SETOR DE TINTAS

Está oficialmente lançada a ABRAFATI 2019, que acontecerá de 01 a 03 de outubro do próximo ano. Confiantes no papel fundamental que o evento desempenha no estímulo aos negócios e à inovação tecnológica, agregando valor aos produtos e ao setor, os principais fornecedores da indústria de tintas estão se mobilizando para participar da 16ª Exposição Internacional de Fornecedores para Tintas, cujos espaços estão sendo comercializados. Logo mais, será o momento de especialistas e empresas dedicarem total atenção ao Congresso Internacional de Tintas.

É fato indiscutível que a Exposição é uma excelente oportunidade para apresentar lançamentos, fortalecer marcas, estreitar relacionamentos, conquistar novos clientes e construir parcerias. Por isso, a participação é planejada com bastante cuidado e antecipação, de maneira a proporcionar os melhores resultados.

Com a presença dos principais fornecedores globais e locais, somada a uma programação técnico-científica de alto nível, a ABRAFATI 2019 será um ambiente altamente favorável aos encontros, à interação, à discussão de novas ideias, às negociações, ao fortalecimento de laços. Como disse um expositor da edição anterior, é uma grande plataforma de networking, que reúne todos os públicos ligados à cadeia produtiva, que estão ali com foco bem definido: buscar novas oportunidades, entender os rumos do setor, conhecer as inovações. Ou seja, encontrar caminhos para a evolução de suas empresas, o que traz como consequência natural a construção de um setor cada vez mais forte e com os olhos postos no futuro. É preciso lembrar que as demandas relativas às tintas aumentam continuadamente, no que se refere à estética, às funcionalidades, à sustentabilidade e a outros aspectos – o que faz com que os gestores da indústria enfrentem grandes desafios. A ABRAFATI 2019 dá a eles a oportunidade de encontrar respostas a esses desafios, por meio do contato com os líderes da inovação e da discussão sobre os mais recentes desenvolvimentos.

Com tudo isso, fica claro que a ABRAFATI 2019 tem tudo a ver com a Missão que definimos para nossa Associação: impulsionar o crescimento e o desenvolvimento do setor. No momento atual, em que o panorama econômico e político parece muito nebuloso, gostaria de ressaltar exatamente esse papel que o evento tem.

O setor de tintas, assim como o Brasil, precisa retomar um crescimento mais vigoroso. No ano passado, crescemos pouco. Neste ano, o primeiro semestre foi melhor do que o esperado, mesmo com o impacto da greve dos caminhoneiros, e existe a expectativa real de um bom segundo semestre. Seguimos avançando, mas o ritmo deveria ser mais forte. O que esperamos de 2019 é que esse “deveria” se transforme em realidade, com a volta da estabilidade política, proporcionada pelas eleições, impactando positivamente na economia. Com isso, virão a retomada de projetos parados e do consumo de bens (todos eles pintados), o impulso às reformas e melhorias de imóveis. Ou seja, crescimento das vendas em nível muito mais expressivo que o atual.

Esse movimento não se dará por inércia. É preciso impulsioná-lo e, ao lançar a ABRAFATI 2019, estamos fazendo isso. Assim, recomendo preparar-se desde já para o evento, que acontecerá em um período extremamente propício, ao qual nosso setor chegará mais aquecido e ávido por inovações. Nessa preparação, pense no médio e longo prazo: avalie o imenso potencial para o crescimento da cadeia de tintas no Brasil, assim como em toda a América Latina, que abre inúmeras oportunidades de negócios com as empresas e os profissionais que estarão circulando pelos corredores, estandes e auditórios do evento. Tenha em mente que o Brasil é um dos maiores produtores de tintas do mundo, com mais de 1,5 bilhão de litros anuais, e tem consumo per capita baixo, quando comparado a outros países. É, portanto, um mercado que deve ser avaliado com atenção por qualquer player, local ou global.

Como disse um pensador, nada é mais poderoso que uma ideia cujo tempo chegou. Como o tempo da ABRAFATI 2019 chegou, é hora de arregaçar as mangas e partir para a ação!

———————————————————————————————————————

Artigo de Antonio Carlos de Oliveira, originalmente publicado na revista Química & Derivados, edição 593, de setembro/2018

Vai e volta: Dia do Desafio Ambiental

Evento é mais uma oportunidade para quem quer dar um destino correto e sustentável para latas de tintas e sobras do produto

 Por ABRAFATI

Nunca antes na história deste País foi tão fácil se livrar daquela lata velha que fica ocupando espaço na sua garagem. Calma, não estamos falando do seu carro, mas das latas de tintas que muitas vezes ficam abandonadas por lá. Grande parte delas são feitas de aço, que é um material 100% reciclável. O seu descarte pode ser realizado em cooperativas cadastradas ou PEVs (Pontos de Entrega Voluntária). Além de se livrar do material e liberar mais espaço, você ainda ajuda o meio ambiente. Ao mesmo tempo, a ABRAFATI coletará sobras de tintas que chegarem junto com as latas, em parceria com a Hydronorth, fabricante de tintas, com sede no Paraná (na cidade de Cambé), que buscará a melhor forma de recuperar ou destinar corretamente essas sobras.

“Muita gente se apega ao restinho de tinta que fica na lata e, por isso, acaba guardando a embalagem por anos e se esquece de que tinta também tem validade”, comenta Maria Rita Demitró, coordenadora de Sustentabilidade e Inovação da ABRAFATI. “Depois que a embalagem foi aberta, o contato da tinta com o ar afeta suas características. Por isso, deve-se manter a embalagem bem fechada, mas não guardá-la por muito tempo. O ideal é doar a tinta que sobra que não será usada. Afinal, tinta foi feita para pintar e não para ir para o lixo” complementa.

 

DIA DO DESAFIO AMBIENTAL

No dia 27 de outubro, a Associação Prolata de Reciclagem, em parceria com a ABRAFATI (Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas) e a ABEAÇO (Associação Brasileira das Embalagens de Aço), participará, no hipermercado Carrefour Parolin, na  avenida Marechal Floriano Peixoto, 3031, em Curitiba (PR), do Dia do Desafio Ambiental. Nesta data, você poderá levar, além de latas de tintas e sobras do produto, qualquer tipo de material reciclável e dar a ele um destino mais sustentável.

 

Segundo a Prolata, grande parcela das latas de aço são recicladas no País, incluindo embalagens de tinta, isso porque o aço é um produto que tem como característica a reciclagem infinita. E todo esse material se transforma em matéria-prima para usinas siderúrgicas, onde ganham nova vida!

Caso tenha latas de tintas na sua casa, é a chance ideal para você dar o destino certo. Participe!

SERVIÇO

Evento:  Dia do Desafio Ambiental
Data: 27/10/2018
Local: Carrefour Parolin – Avenida Marechal Floriano Peixoto, 3031 – Rebouças – Curitiba – PR

É HORA DE MAIS COR E MAIS VIDA

Todos nós começamos o ano de 2018 com a expectativa de que teríamos vendas melhores de tintas e que finalmente o crescimento voltaria em nível mais forte. Mas a realidade que vivemos foi um pouco diferente. O primeiro semestre foi marcado por instabilidades na política e na economia, que prejudicaram os negócios. A greve dos caminhoneiros trouxe mais um forte impacto e ainda sentimos os seus reflexos. Com isso, tivemos altos e baixos, meses melhores e piores. O resultado acabou ficando muito parecido com o do período janeiro-junho de 2017. Ou seja, não crescemos. Mas as oportunidades para isso continuam abertas.

Como já é regra no nosso setor, devemos ter um segundo semestre melhor, graças à tradição de arrumar a casa para as festas de fim de ano e ao reforço aos orçamentos domésticos trazido pelo 13º salário. Isso, no entanto, é mais do mesmo. Não podemos nos limitar a ficar esperando a repetição do que aconteceu em anos anteriores. Já disse um pensador que não dá para esperar resultados diferentes se você faz tudo sempre igual. O segredo está em adotar novas atitudes, romper hábitos antigos, desenvolver outras formas de convencer os potenciais compradores de tintas. Ou seja, inovar.

Muitas vezes, ocupados em cuidar das atividades do dia a dia, não nos damos conta das oportunidades que existem na área em que atuamos. Essa situação se torna ainda pior em momentos em que o movimento está mais fraco, gerando desânimo e preocupação. Porém, deve ser lembrado que existe um imenso potencial a ser explorado. Primeiro, porque há alguns anos as vendas têm se mantido abaixo do esperado, o que significa que há uma demanda reprimida por tintas: muita gente adiou a pintura, esperando tempos menos bicudos. Segundo, porque o mercado é imenso: são mais de 60 milhões de domicílios no Brasil, além de um grande número de imóveis comerciais, industriais e de serviços. Todos eles precisam, periodicamente, ser pintados.

Terceiro, porque a pintura é a forma mais barata de renovar e revitalizar um ambiente ou um imóvel inteiro: eventos como a Casa Cor, que se espalham por todo o Brasil, mostram isso com muita clareza.

Pense bem: quem é que vai vender as tintas para tudo isso? São os revendedores, com o apoio dos fabricantes. O segredo está em como fazer isso. E é aí que entra a necessidade da inovação, que citei acima. Precisamos inovar em produtos, apresentando tintas com características diferenciadas; inovar na forma de vender, oferecendo condições mais atraentes; inovar nos serviços e na orientação oferecida ao comprador; inovar na comunicação e no marketing das tintas e da pintura. Neste último aspecto, nós da ABRAFATI estamos iniciando uma campanha inovadora, para a qual contamos com o apoio dos revendedores, pois todo o mercado será beneficiado. Com o tema #MaisCorMaisVida, já está nas principais redes sociais, trazendo informação de uma forma moderna, mostrando com descontração, emoção e conteúdo todos os atributos e as características positivas associadas à pintura: cor, alegria, beleza, decoração, renovação dos ambientes, proteção, conservação, valorização e muito mais.

Esse é um exemplo do que pode ser feito. O que merece ser destacado é que, com o esforço conjunto e iniciativas inovadoras, teremos motivos para nos alegrarmos no final de 2018 e nos próximos anos, com mais cor e mais vida para o nosso setor.

———————————————————————————————————————

Artigo de Antonio Carlos de Oliveira, originalmente publicado na revista Pintou na Artesp, edição de junho-julho/2018

PSQ2: NOVA ETAPA NA MELHORIA CONTÍNUA DA QUALIDADE DAS TINTAS

A partir de 2017, iniciou-se uma nova etapa na trajetória do vitorioso Programa Setorial da Qualidade de Tintas Imobiliárias, respondendo às mudanças no ambiente de negócios, no mercado e na tecnologia, que vêm se acelerando cada vez mais.

Essa nova etapa foi denominada PSQ2, estando em curso atualmente, com a revisão de importantes normas, a definição de novos requisitos, a inclusão de novos produtos, cores e categorias. São mudanças significativas, mas que não serão abruptas: desde já, os fabricantes têm acesso à informação sobre as novas exigências, especialmente as relacionadas à norma ABNT NBR 11702, que passarão a valer no final de 2019 (18 meses após a publicação de sua versão revisada). Ao longo desse período, o Programa apoiará as empresas participantes na alteração de seus produtos e embalagens.

O que deve ser destacado nesse processo evolutivo é que o PSQ2 vai trazer resultados ainda mais expressivos e fazer a qualidade das tintas imobiliárias alcançar um patamar mais elevado, com benefícios para o mercado e para toda a sociedade. Ao elevar o nível de exigência, o programa estimulará o investimento dos fabricantes em tecnologia e inovação. Como resultado, agregará valor para o consumidor.

Uma das novidades que terá grande impacto é a nova definição de rendimento mínimo para as tintas látex, incluída na NBR 11702. O rendimento passará a ser expresso pela área acabada, em m2, a ser pintada. Com isso, fica estabelecido um parâmetro claro para que cada fabricante divulgue as características de suas tintas, facilitando o entendimento – e o cálculo da quantidade necessária – pelo consumidor, assim como por pintores e outros públicos que compram e/ou especificam tintas.

Outra inovação extremamente relevante é a especificação de uma nova categoria para as tintas látex, a Super Premium, que já vinha sendo utilizada no mercado, porém sem que estivesse prevista em norma. Agora ela foi incluída na mesma NBR 11702, juntando-se às categorias Econômica, Standard e Premium. Como o próprio nome indica, trata-se de uma tinta de qualidade superior, que tem requisitos mínimos de desempenho mais elevados que os da tinta Premium, em termos de cobertura e resistência. Esse é um exemplo claro de como o PSQ2 estimulará a inovação, com benefício para o consumidor.

Há muito mais mudanças já definidas: a inclusão das cores claras (tons pastéis) na avaliação das tintas látex; a inclusão da categoria dos esmaltes Premium, na cor branca, na avaliação feita pelo programa; a inclusão da avaliação da resistência à abrasão úmida com pasta abrasiva para as tintas látex foscas econômicas; a definição de requisitos mínimos para os produtos da linha imobiliária que ainda não são avaliados pelo PSQ. E muitas outras melhorias virão ao longo dos próximos meses.

Essa nova etapa gera desafios, mas também traz enormes benefícios e abre uma série de oportunidades. Para os fabricantes, é o momento de avançarem ainda mais no rumo da qualidade e da oferta de produtos com características diferenciadas. Os fornecedores de matérias-primas, por sua vez, verão a demanda aumentar e terão papel fundamental ao aportar conhecimento, tecnologia e produtos que contribuam para que as tintas tenham desempenho cada vez melhor. Já os consumidores e todos os demais públicos que utilizam e especificam tintas imobiliárias só têm a ganhar, contando com produtos cada vez melhores.

—————————————————————o—————————————————————-

Artigo de Antonio Carlos de Oliveira, originalmente publicado na revista Química & Derivados, edição 591, de junho/2018