Pular para o conteúdo

Parceria da ABRAFATI com Seconci-Rio amplia oferta de curso para pintores

Iniciadas em 2015 em São Paulo pelo Programa Pintor Profissional ABRAFATI, atividades de capacitação com aulas teóricas e práticas estão ganhando escala.

O Curso ABRAFATI de Formação em Pintura Imobiliária chegou ao Rio de Janeiro em 2016, por meio de um acordo com o Seconci-Rio (Serviço Social da Construção), em cujas instalações está sendo ministrado.

Com as primeiras turmas já formadas e uma forte demanda de novos alunos, a iniciativa está trazendo benefícios para os pintores – que reconhecem o diferencial trazido pela capacitação – e para o mercado, que passa a contar com maior oferta de profissionais qualificados.

No último sábado (27/08), durante o evento comemorativo do Dia Nacional da Construção Social, no Rio de Janeiro, Tulio Vasconcelos, controller da ABRAFATI, e Sergio Paiva, superintendente do Seconci-Rio, entregaram os certificados a um grupo de pintores formados recentemente no curso. A cerimônia foi prestigiada pelos presidentes de importantes associações do setor de construção: José Carlos Martins (CBIC – Câmara Brasileira da Indústria da Construção), Roberto Kauffmann (Sinduscon-Rio – Sindicato da Indústria da Construção) e João Manuel Martins Fernandes (Seconci-Rio).

“O Seconci-Rio é reconhecido por sua atuação na capacitação de profissionais da construção civil e conta com uma ótima estrutura para a realização dos cursos. Essa parceria agrega valor ao nosso Programa e está trazendo ótimos resultados, permitindo estender nossas atividades de capacitação à segunda maior metrópole brasileira”, afirma Dilson Ferreira, presidente-executivo da ABRAFATI.

Fórum ABRAFATI indica início da retomada do crescimento

Apresentações, debates e pesquisa no evento mostraram que o pior já passou.

 

Com a presença de cerca de 140 executivos e lideranças da cadeia de tintas, foram debatidas a situação atual e as perspectivas do setor, durante o 11º Fórum ABRAFATI. A principal conclusão foi a de que o setor começa a viver dias melhores e que em 2017 o crescimento das vendas será retomado.

Freddy Carrillo, presidente do Conselho Diretivo da ABRAFATI, avaliou que as vendas podem aumentar 1,5% no ano que vem, destacando os sinais positivos que já podem ser vistos na economia. “Está se iniciando uma virada em todos os nossos mercados”, afirmou. A expectativa de crescimento foi compartilhada pela maior parte dos presentes, na pesquisa interativa dataFATI.

Todos os palestrantes apontaram na mesma direção de uma melhoria no cenário. O economista Luka Barbosa, do Banco Itaú, revelou uma previsão atual de 1% de aumento do PIB em 2017, advertindo que esse percentual pode ser mais alto. Já o jornalista Gerson Camarotti, da GloboNews, considerou que o panorama político está muito mais estável e previu que será aprovada a maior parte dos ajustes propostos. Por sua vez, Claudio Conz, da Anamaco, assinalou que já se percebe uma melhoria nas vendas nas lojas de materiais de construção, o que deve levar o setor a fechar o ano com crescimento. No painel que reuniu os fornecedores, José Borges Matias (Grupo Solvay), Alessandro Moraes (Dow) e Moritz Winterstein (Covestro) destacaram os desafios associados a inovação, sustentabilidade e custos, assim como as oportunidades para agregar valor aos produtos e atender a novas demandas.

“Com a presença de especialistas externos e de todos os principais players do mercado, pudemos ter uma visão muito precisa em relação ao clima para os negócios, que hoje se mostra muito mais promissor”, afirma Dilson Ferreira, presidente-executivo da ABRAFATI.

No Fórum ABRAFATI, uma visão ampla do presente e do futuro do setor de tintas

Evento será oportunidade de avaliar e debater cenários, desafios e oportunidades.

Na próxima 4ª feira, 24 de agosto, realiza-se a edição 2016 do Fórum ABRAFATI, com uma programação que permitirá ter uma visão clara sobre o ambiente econômico e político, assim como sobre as perspectivas da indústria de tintas.

A agenda do dia inclui apresentações de analistas externos conceituados e de profissionais de alto nível da cadeia produtiva:

  • Luka Barbosa (Banco Itaú) falará sobre o cenário econômico;
  • Gerson Camarotti (GloboNews) abordará o panorama político;
  • Claudio Conz (Anamaco) tratará da situação da construção civil;
  • José Borges Matias (Grupo Solvay), Moritz Winterstein (Covestro) e Alessandro Moraes (Dow) debaterão o mercado sob a ótica das matérias-primas.

Finalizando o evento, Freddy Carrillo, presidente do Conselho Diretivo da ABRAFATI e presidente da Sherwin-Williams do Brasil, mostrará um balanço de 2016, comparado com as projeções anteriores, e apresentará as previsões e expectativas para o próximo ano.

“Teremos um elenco de profissionais primeira grandeza apresentando suas opiniões e análises, o que certamente contribuirá para que todos os participantes saiam com informações e insights muito úteis para as suas atividades ligadas ao planejamento estratégico e à gestão”, destaca Dilson Ferreira, presidente-executivo da ABRAFATI.

Workshop da ABRAFATI debate gestão de substâncias químicas

Fundamental para a indústria de tintas, tema foi abordado em seus variados aspectos.

 

O gerenciamento de substâncias químicas em indústrias de tintas foi o tema de um workshop promovido no último dia 17 de agosto pela ABRAFATI, por meio de sua Comissão de Meio Ambiente, Saúde e Segurança Ocupacional. Com o apoio da Abiquim, o evento reuniu 60 profissionais do setor no Senai Mario Amato para discutir e aprofundar a compreensão de questões que afetam o dia a dia das empresas.

Foram dois blocos de palestras curtas, ambos com a moderação de Roland Bircher, gerente sênior de Assuntos Regulatórios da Sherwin-Williams, que integrou os assuntos e administrou o debate.

No primeiro deles, Luc Turkenburg, diretor global de Assuntos Regulatórios da AkzoNobel, falou sobre o gerenciamento de substâncias prioritárias por meio da avaliação de risco, apresentando um programa desenvolvido e utilizado pela empresa. Na sequência, Camila Hubner Barcellos, assessora de Assuntos Regulatórios da Abiquim, mostrou o que já vem sendo feito na área de segurança química e no programa Atuação Responsável. Gilmar Trivelato, pesquisador titular da Fundacentro, por sua vez, abordou a avaliação e o controle da exposição ocupacional.

O segundo bloco se iniciou com a palestra de Nelson Gimenez, gerente de Assuntos Regulatórios e Gerenciamento de Produto da AkzoNobel – Performance Coatings, sobre a incompatibilidade química e os cuidados que se deve ter no armazenamento e manuseio das substâncias e dos produtos acabados, com diversos exemplos. Fechando o evento, Susana Costa, química de Suporte a Laboratórios da BASF, tratou do tema fundamental da rotulagem.

“Foi um encontro muito produtivo, que trouxe informações que se complementam e que estão associadas a temas essenciais para a indústria de tintas, no que se refere aos cuidados com o meio ambiente, a segurança e a saúde ocupacional”, afirma Gisele Bonfim, gerente técnica e de Assuntos Ambientais da ABRAFATI.

O cenário político, econômico e de mercado segundo especialistas, no Fórum ABRAFATI

Luka Barbosa, economista do Banco Itaú, Gerson Camarotti, comentarista político da GloboNews, e Claudio Conz, presidente-executivo da Anamaco, apresentarão suas análises.

O planejamento e a implementação de ações pelas empresas têm sido dificultado pelas indefinições e reviravoltas na situação política, no desempenho da economia e no ambiente de negócios. Por isso, a programação do Fórum ABRAFATI deste ano busca trazer informações e reflexões de especialistas, que permitam compreender melhor os possíveis cenários para o final de 2016 e para os próximos anos.

O economista Luka Barbosa, da Superintendência de Pesquisa Econômica do Banco Itaú BBA, será responsável por apresentar o cenário econômico. Com o amplo arsenal de informações e a rede de contatos do banco, o especialista terá condições privilegiadas para avaliar diferentes indicadores e opinar sobre as perspectivas de curto e médio prazo.

A conjuntura política será analisada pelo jornalista Gerson Camarotti, da GloboNews. Seu acesso a um extenso leque de fontes nos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, associado ao conhecimento aprofundado dos bastidores de Brasília, possibilitará a ele apresentar uma visão mais clara e abrangente da situação atual e dos seus desdobramentos futuros.

Os desafios e as oportunidades do principal mercado da indústria de tintas, a construção, serão o tema de Claudio Conz, presidente-executivo da Anamaco (Associação Nacional dos Comerciantes de Materiais de Construção). Participando de diversos fóruns e comitês no âmbito do governo e da iniciativa privada, ele possui uma visão abrangente e diferenciada sobre o que está por vir nessa área.

“Para formar suas próprias convicções em relação ao panorama atual e futuro, os profissionais com poder de decisão precisam de informação confiável e consistente. Em momentos de incertezas, como os que vivemos nos últimos dois anos, isso se torna ainda mais fundamental. É justamente o que oferecemos no Fórum ABRAFATI”, afirma Dilson Ferreira, presidente-executivo da ABRAFATI.

Presidente Temer destaca importância da construção civil para o crescimento econômico

Governo assegura investimentos no programa Minha Casa, Minha Vida.

 

Organizado pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), um encontro reuniu ontem (11/08) lideranças do setor da construção – entre as quais representantes da ABRAFATI – com o presidente Michel Temer e os ministros Bruno Araújo (Cidades) e Eliseu Padilha (Casa Civil).

As demandas do setor produtivo e dos trabalhadores no setor, envolvendo especialmente o estímulo ao crescimento e ao emprego, foram expostas pelo presidente da CBIC, José Carlos Rodrigues Martins, e pelo presidente do Sindicato da Construção Civil de São Paulo, Antonio Ramalho.

O governo acolheu bem as propostas e anunciou medidas que confirmam esse direcionamento. O ministro Bruno Araújo comunicou o reinício das obras de 10.609 unidades habitacionais na faixa 1 do programa Minha Casa, Minha Vida, voltada à população de baixa renda. Outras 35 mil moradias, que atualmente estão paralisadas, também terão prosseguimento nos próximos meses.

Segundo o governo, a contratação de unidades da nova faixa 1,5 do programa, também está sendo iniciada, estando prevista a construção de 40 mil imóveis, para a qual serão destinados R$ 3,8 bilhões. Outra boa notícia foi o anúncio de que em 2017 serão contratadas 600 mil novas unidades do Minha Casa, Minha Vida.

Finalizando o encontro, o presidente Michel Temer reafirmou o papel da construção civil como alavancadora do crescimento econômico, salientando também a sua importância para o emprego e a redução dos problemas sociais.

“Foi um encontro muito positivo para a cadeia de construção e para o País, no qual foi reforçada a convicção de que é necessário que o governo e o setor produtivo atuem em conjunto para retomar o processo de desenvolvimento econômico e social do Brasil”, afirma Dilson Ferreira, presidente-executivo da ABRAFATI.

 

Lideranças do varejo se reúnem com ministros Henrique Meirelles e Eliseu Padilha

ABRAFATI foi uma das convidadas para almoço em que autoridades apresentaram e discutiram medidas econômicas.  

 

Comprovando a postura mais receptiva do atual governo às demandas do empresariado, os ministros Henrique Meirelles (Fazenda) e Eliseu Padilha (Casa Civil) participaram ontem (10/08) de uma reunião-almoço com presidentes de associações de classe ligadas ao varejo.

Promovida pela União Nacional de Entidades do Comércio e Serviços (UNECS) e pela Frente Parlamentar Mista em Defesa do Comércio, Serviços e Empreendedorismo, a reunião contou com a participação do setor de materiais de construção: o varejo especializado foi representado pela Anamaco (Associação Nacional dos Comerciantes de Materiais de Construção) e a indústria de materiais teve a presença da ABRAFATI e da Anfacer (Associação Nacional dos Fabricantes de Cerâmica para Revestimentos, Louças Sanitárias e Congêneres).

Destacando a oportunidade de um trabalho conjunto com o governo, o varejo apresentou suas propostas para oxigenar a economia, ligadas a crédito, redução da burocracia e eliminação de entraves da legislação trabalhista. Por sua vez, os ministros ressaltaram o programa econômico que está sendo seguido, a qualidade da equipe que o está implementando e os esforços para recuperar a credibilidade e a confiança no País, assegurando que já existem sinais de que a grave situação atual está sendo revertida.

“Foi uma ótima oportunidade para ouvirmos as ideias e propostas do governo sobre temas como ajuste fiscal, reforma tributária e a situação da previdência social. Pudemos perceber que o direcionamento adotado e as medidas em elaboração são coerentes com as necessidades do País de retomar o crescimento de forma sustentada. A participação do setor privado será essencial nesse processo de recuperação econômica”, afirma Dilson Ferreira, presidente-executivo da ABRAFATI.

Painel do Fórum ABRAFATI mostrará a visão da indústria química sobre o mercado

Executivos de importantes fornecedores apresentarão suas análises e debaterão o cenário.

A 11ª edição do Fórum ABRAFATI está com sua programação definida, com a participação de renomados especialistas e lideranças do setor, o que permitirá ter uma visão mais clara sobre o panorama atual e futuro da cadeia de tintas.

Um dos destaques será o painel reunindo altos executivos de três dos mais representativos fornecedores globais de matérias-primas para a indústria de tintas: José Borges Matias, presidente do Grupo Solvay para América Latina; Alessandro Moraes, diretor de Negócios – Soluções para Infraestrutura da Dow para América Latina; e Moritz Winterstein, diretor da área de Tintas, Adesivos e Especialidades da Covestro para América Latina. Cada um deles fará uma apresentação, mostrando como vê a situação atual e as perspectivas do mercado, sendo depois aberto o debate, com a moderação de Dilson Ferreira, presidente-executivo da ABRAFATI.

“Será uma oportunidade ímpar para ouvir opiniões valiosas, de profissionais muito gabaritados, ligados a empresas que atuam em todo o mundo e que, por isso, possuem um vasto acervo de informações. Certamente esse Painel nos ajudará muito a compreender os possíveis cenários, para planejar e decidir as estratégias a serem seguidas nos último quadrimestre de 2016 e nos próximos anos”, afirma Dilson Ferreira.

Gerson Camarotti no Fórum ABRAFATI

Comentarista da GloboNews falará sobre o cenário político atual e futuro, trazendo informações e análises essenciais para o planejamento e a tomada de  decisões.

 

 No próximo dia 24 de agosto, as lideranças da cadeia de tintas têm um encontro marcado: é o 11º Fórum ABRAFATI, evento idealizado para a avaliação e discussão dos cenários do País e do setor.

Com as incertezas no campo da política, neste ano o Fórum contará com um palestrante especializado nesse tema, capaz de analisar o panorama e as perspectivas existentes: o jornalista Gerson Camarotti, comentarista político da GloboNews.

Reconhecido como um dos mais competentes profissionais no Brasil, com vasto conhecimento sobre o meio político, Camarotti é jornalista há muitos anos, tendo atuado em importantes veículos de comunicação. Sua formação inclui também uma pós-graduação em Ciência Política, que o credencia para análises ainda mais profundas e consistentes.

“A participação de Gerson Camarotti será um dos pontos altos da programação, que terá a alta qualidade que é a marca deste evento. O Fórum ABRAFATI será uma oportunidade imperdível para ouvir opiniões valiosas e debater os possíveis cenários, o que o torna fundamental para que os gestores da cadeia de tintas possam fazer seu planejamento estratégico e o seu budget para o próximo ano”, afirma Dilson Ferreira, presidente-executivo da ABRAFATI.

Revista 108 destaca planos e ideias de Freddy Carrillo, novo presidente do Conselho Diretivo

Na edição de agosto da Revista ABRAFATI, o novo presidente do Conselho Diretivo da Associação expõe seus planos para a gestão 2016-2018, que envolvem dar continuidade aos projetos bem sucedidos e seguir avançando no rumo do desenvolvimento setorial sustentável. Freddy Carrillo analisa também o mercado brasileiro de tintas e mostra confiança no potencial do País.

E mais:

  • As propostas do setor empresarial – e da cadeia de tintas em particular – vêm sendo bem recebidas pelo novo governo, permitindo uma visão mais otimista em relação à retomada do crescimento.
  • Já existem atualmente 83 normas ABNT NBR aprovadas no âmbito do Comitê Brasileiro de Tintas (CB-164, da ABNT) e esse acervo continua a se expandir, para dar conta do avanço tecnológico e da variada gama de aplicações e características do produto.
  • Foi iniciada a contagem regressiva para a ABRAFATI 2017, principal evento do setor, que virá com muitas novidades e já está mobilizando as empresas.
  • Parcerias com Anamaco e Seconci-Rio, juntamente com o Programa de Multiplicação criado para os fabricantes associados, estão permitindo ampliar o alcance dos cursos de formação de pintores.