Pular para o conteúdo

ABRAFATI estimula consumo consciente de tintas

Cartilha mostra como comprar a quantidade correta, evitando sobras e desperdício.

 

Celebrado em 15 de outubro, o Dia Nacional do Consumo Consciente foi instituído para despertar a consciência da sociedade e incentivar práticas mais responsáveis e sustentáveis.

Alinhada com essa proposta, a ABRAFATI vem trabalhando há bastante tempo na sensibilização e conscientização dos públicos que lidam com as tintas, para que a compra do produto seja feita na medida certa, evitando sobras e desperdícios.

Uma das principais ações nessa direção é a cartilha ilustrada “Pintando de todas as cores, sem prejudicar o verde”, distribuída a um público amplo e disponibilizada no website da Associação.

Essa publicação tem como objetivo mostrar ao usuário como calcular corretamente a quantidade necessária e estimular o reaproveitamento da tinta que não foi usada (pela pintura de outros locais, doação a outras pessoas ou instituições etc.), assim como orientar em relação ao descarte correto das embalagens pós-consumo.

“A ABRAFATI trabalha em prol do desenvolvimento setorial sustentável e, por isso, posiciona-se a favor de novos hábitos de consumo. Não queremos que o consumidor compre mais do que o necessário e, ao mesmo tempo, reconhecemos a importância de termos uma sociedade mais exigente, seletiva e bem informada, que escolherá marcas, produtos e serviços de menor impacto ambiental, levando a um futuro melhor para as próximas gerações”, afirma Dilson Ferreira, presidente-executivo da ABRAFATI.

Na ABRAFATI 2013, seminário mostrou avanços relacionados à cura por radiação

Um dos destaques da ABRAFATI 2013 foi o terceiro Seminário ABRAFATI-RadTech South America de Cura por Radiação. Com uma programação mais ampla, envolvendo 11 palestras e um painel, o evento atraiu um público qualificado, interessado em conhecer os principais avanços relacionados a essa tecnologia e os benefícios trazidos por ela, especialmente aqueles ligados à sustentabilidade e à produtividade.

Promovido em conjunto pela RadTech South America e pela ABRAFATI, o seminário contou com a participação de pesquisadores de ponta, que apresentaram os mais recentes desenvolvimentos e as tendências relacionadas à utilização de cura por radiação. Esteve em forte evidência, por exemplo, o tema da transição para as tintas UV aquosas, que trazem benefícios do ponto de vista da sustentabilidade e da saúde ocupacional, tanto para quem produz como para quem as aplica. Outra importante tendência mostrada nas palestras foi a da utilização de lâmpadas do tipo LED, que asseguram maior eficiência energética.

O ponto alto da programação foi o painel sobre o cenário atual e as perspectivas da tecnologia de cura por radiação, que teve a participação de dirigentes das RadTechs das diferentes regiões: Maria Cristina Kobal C. de Carvalho (América do Sul), David Harbourne (EUA), Urs Laeuppi (Europa) e Flora Yuan (China). Ali foram reafirmadas as ótimas perspectivas associadas a essa tecnologia, que incorpora constantemente novos avanços – como os ligados à nanotecnologia – e cuja utilização está em franco crescimento.

“O Seminário agregou valioso conteúdo à ABRAFATI 2013, permitindo conhecer as variadas possibilidades, atuais e futuras, de aplicação da cura por radiação na cadeia de tintas”, afirma Dilson Ferreira, presidente-executivo da ABRAFATI.

Prêmio ABRAFATI: inscrições abertas até 1° de novembro.

 

Pesquisadores que apresentarão trabalhos para concorrer ao 15º Prêmio ABRAFATI de Ciência em Tintas devem se apressar, pois no próximo dia 01 de novembro termina o prazo de inscrição.

Para quem atua em empresas do setor, em instituições de ensino e de pesquisa, é uma oportunidade de obter reconhecimento para seus estudos relacionados às tintas. Os trabalhos devem ser inéditos e priorizar a sustentabilidade, tratando de temas como matérias-primas, produtos, processos, tecnologias, técnicas analíticas, qualidade, proteção ambiental, gerenciamento de resíduos e muitos outros.

Além do prestígio conferido pelo prêmio, os autores dos trabalhos vencedores receberão R$ 12,5 mil, R$ 7,5 mil e R$ 4 mil, respectivamente, para o 1º, 2º e 3º lugares. Promovida pela ABRAFATI, a premiação é a mais importante sobre o tema no Brasil, tendo como objetivo contribuir para a inovação e o desenvolvimento tecnológico do setor.

Curso de Tintas da ABRAFATI: oportunidade imperdível para obter conhecimentos

Última edição de 2013 começa em 15 de outubro. Inscrição ainda pode ser feita.

Na próxima semana inicia-se uma nova edição do Curso de Tecnologia em Tintas, promovido pela ABRAFATI para gestores e técnicos da cadeia produtiva.

Reconhecido por sua qualidade e por proporcionar a oportunidade de aprimorar a formação e reciclar conhecimentos essenciais, o curso vai de 15 de outubro a 04 de dezembro. Com aulas teóricas e práticas, aborda um amplo leque de temas, relacionados a matérias-primas, processos, produtos e aplicações de tintas. Seus professores são profissionais com ampla experiência na cadeia de tintas e elevado conhecimento técnico.

 

Motivos para fazer,   segundo os participantes de edições anteriores

 

  •   Professores que dominam os assuntos
  •   Programação consistente e abrangente
  •   Visão geral da cadeia de tintas
  •   Interação e networking com profissionais do setor
  •   Oportunidade de intercâmbio de experiências
  •   Aulas práticas em locais com estrutura muito   boa

 

Prêmio ABRAFATI: inscreva seu trabalho

Prazo para quem quer participar vai até 1o de novembro.

 

Pesquisadores que apresentarão trabalhos para concorrer ao 15º Prêmio ABRAFATI de Ciência em Tintas devem se apressar, pois no próximo dia

01 de novembro termina o prazo de inscrição.

Para quem atua em empresas do setor, em instituições

de ensino e de pesquisa, é uma oportunidade de obter reconhecimento para seus estudos relacionados às tintas. Os trabalhos devem ser inéditos e priorizar a sustentabilidade, tratando de temas como matérias-primas, produtos, processos, tecnologias, técnicas analíticas, qualidade, proteção ambiental, gerenciamento de resíduos e muitos outros.

Além do prestígio conferido pelo prêmio, os autores dos trabalhos vencedores receberão R$ 12,5 mil, R$ 7,5 mil e R$ 4 mil, respectivamente, para o 1º, 2º e 3º lugares. Promovida pela ABRAFATI, a premiação é a mais importante sobre o tema no Brasil, tendo como objetivo contribuir para a inovação e o desenvolvimento tecnológico do setor.

 

Para conhecer o regulamento completo e se inscrever, clique aqui.